Notícias

Notícias

Coletiva de Imprensa com Ilson Mateus

Presidente do Grupo Mateus revela verdadeiro motivo do crescimento do Grupo Mateus: trabalho

Publicado em:18/01/2019

Sr. Ilson Mateus esclarece dúvidas acerca de regime tributário

Foi realizada na tarde desta quinta-feira (17), no prédio administrativo do Grupo Mateus em São Luís, a entrevista coletiva convocada pelo empresário Ilson Mateus, presidente do Grupo. Dezenas de jornalistas e outros profissionais da comunicação maranhense compareceram e acompanharam a explanação do empresário, que falou sobre o histórico de investimentos da empresa, os resultados de 2018, os planos de expansão para os próximos cinco anos e o regime tributário do Maranhão, assunto que ganhou grande repercussão na imprensa recentemente.

 

A caminho da sala preparada para a entrevista coletiva, mesmo espaço em que trabalham centenas de colaboradores do Grupo Mateus, os jornalistas puderam ter noção da grandiosidade que existe por trás das prateleiras dos supermercados e dos pallets nos Centros de Distribuição do Grupo Mateus. “O Mateus hoje conta com a força de trabalho e o empenho de 24 mil colaboradores. Toda essa gente atua para garantir que não só o Mateus se mantenha no mercado, que é voraz, mas para que o Maranhão demonstre o quanto está preparado para competir de igual para igual com grandes empresas nacionais e até mundiais”, revelou Ilson Mateus, ao citar a concorrência com outras redes do segmento, como o Grupo Pão de Açúcar, Carrefour, Assaí, entre outros. 

 

História

 

Logo no início da coletiva, o presidente Ilson Mateus apresentou à imprensa um breve histórico do Grupo Mateus, que teve início há 32 anos em Balsas, município no sul do Maranhão. O empresário falou sobre a vida no garimpo – e até apresentou as antigas carteirinhas de garimpeiro, que guarda com orgulho no bolso e leva aonde quer que vá. Com sua visão empreendedora e sem medo da inovação, Ilson Mateus não pensou duas vezes: vendeu seus poucos pertences e, mesmo sem ter a experiência necessária, montou ali uma pequena mercearia. Ao mesmo tempo, fazia ele mesmo os fretes em seu velho caminhão levando produtos adquiridos em Imperatriz, a 400 km, para serem comercializados em Balsas. Muito trabalho e perseverança fizeram com que um sonho começasse a se tornar realidade: num breve espaço de tempo, a pequena mercearia se tornou um supermercado de pequeno porte.

 

Com a chegada do Plano Cruzado em 1986, o mercado brasileiro passou por uma grande mudança de conceitos. Enquanto vários empresários resolveram apostar na especulação financeira, o jovem empresário continuou apostando no trabalho e fez da crise a sua maior aliada. Comprando a prazo das grandes distribuidoras e fábricas e vendendo à vista, investia cada vez mais em estoque de produtos, contratação e qualificação de pessoas e em ações agressivas de vendas e marketing.

 

Crescimento

 

Hoje, o Grupo Mateus é um conglomerado de empresas que opera no varejo de supermercados, atacarejo, móveis e eletrodomésticos, indústria de panificação, distribuição de medicamentos e construção, com presença no Maranhão, Pará e Piauí. 

 

Atualmente o Grupo Mateus é a quinta maior empresa de varejo do Brasil e se desenvolve a cada dia, em estruturas físicas, logísticas, tecnológicas e acima de tudo, humanas.

 

Na entrevista coletiva, Ilson Mateus destacou que, para se manter no mercado, é preciso investir sem medo, porém, com os pés no chão. “Temos uma equipe composta pelos mais dedicados especialistas em suas áreas de atuação, como analistas de mercado, varejo, atacado, advogados tributaristas, entre outros. Juntos, avaliamos todos os cenários e acompanhamos os passos dos gigantes do setor. Se a gente não caminhar corretamente, eles nos engolem”, frisou o presidente do Grupo Mateus, ao se referir às redes que pretendem chegar ao Maranhão nos próximos anos. “Tudo o que gente tem feito e continuará fazendo é para o Mateus se manter no mercado, e não há nenhuma vaidade nisso”, destacou.

 

Incentivos fiscais

 

Um dos assuntos mais comentados nos últimos meses, em especial, nas últimas semanas, é a repercussão do fechamento de lojas de outras redes de supermercados no Maranhão. De forma equivocada, algumas pessoas compartilharam que esse fato se deve a um suposto benefício fiscal concedido pelo Governo do Maranhão de forma exclusiva ao Grupo Mateus. Na entrevista, Ilson Mateus falou de forma bastante clara sobre o que, de fato, tem como incentivo; e demonstrou, ao distribuir documentos como as leis estaduais que versam sobre as políticas tributárias para o setor, que jamais teve benefício algum de maneira exclusiva.

 

Desde 2015, por força do Decreto Lei nº 31.287/15, o Grupo Mateus teve a possibilidade de se credenciar para ter o direito ao incentivo fiscal que estipula cobrança de 2% de ICMS e permite venda para pessoas física e jurídica. Entretanto, o empresário apresentou uma lista com os nomes de outras 104 empresas que também são contempladas pela Lei, como a Fribal e os Supermercados Maciel, por meio da empresa Coapro (Comércio Atacadista de Produtos), que deixou o benefício em maio de 2018, exatamente no mesmo período em que começou a fechar lojas na capital, São Luís.


Em paralelo, Ilson Mateus explicou que nem o Grupo Mateus e nem qualquer outra empresa jamais se credenciou na Lei 10.576/17, criada pelo Governo do Estado a fim de atrair Centros de Distribuição para o estado. “Nós não podemos nos credenciar em duas leis fiscais ao mesmo tempo, precisamos optar por uma, e a lei de 2015 é, atualmente, mais interessante para os negócios do Grupo. A vantagem para os Centros de Distribuição é mais efetiva, pela nossa avaliação, para as importações, o que conseguimos realizar por outros estados, seguindo as leis locais, como em Roraima, por exemplo”, revelou Mateus.


Futuro


Como forma de proteger os negócios do Grupo Mateus, Ilson Mateus tem apostado em um tripé de investimentos, baseados em logística, distribuição e franquias, caso do Camiño Supermercados, modelo que atende às necessidades de bairros.


Em diversos momentos da coletiva, com humildade e linguagem simples, Ilson Mateus destacou o importante papel da imprensa na publicação dos fatos verdadeiros. “Eu peço a ajuda de vocês, porque todos esses ataques não atingem só o Mateus, mas o Maranhão como um todo. Tenho recebido telefonemas de bancos, investidores, fornecedores; toda uma cadeia produtiva ficou alarmada, de forma equivocada e injusta, por notícias falsas e maliciosas publicadas ultimamente. Nós trabalhamos com a verdade e com a transparência, por isso, digo a vocês: o único segredo do Grupo Mateus é o trabalho”, concluiu o empresário.


Ao fim da explanação, o presidente Ilson Mateus revelou, como de costume, sua fé cristã, ao citar um versículo bíblico e ao afirmar que acredita na justiça divina. Após responder às perguntas dos jornalistas, o empresário posou para fotos com os profissionais da comunicação e falou sobre o quanto se sente otimista com o futuro.

NOTÍCIAS