Notícias

Notícias

Como aproveitar alimentos fora da safra? Veja as dicas!

Publicado em:13/05/2019

Sim, eles costumam ser mais caros e não ter uma das melhores aparências. Recentemente, os "vilões" da feira foram o tomate a cebola. O motivo? Algo tão natural quanto os próprios alimentos: a chuva. No período chuvoso, alguns alimentos como esses sofrem ajustes no preço e impactos na qualidade. “Garantir que esses alimentos mantenham uma boa qualidade é muito difícil. Com as chuvas, as plantações de tomate e cebola ficam alagadas e pouco dá para aproveitar. Assim, o preço sobe e a vida útil desses alimentos já chega aos supermercados com a qualidade e o tempo comprometidos”, explica a nutricionista do Grupo Mateus, Caroline Veras.

Aí, o jeito é buscar meios alternativos. “Esses alimentos dificilmente deixam de fazer parte da mesa. Nesse caso, a saída é aproveitá-los como pudermos, seja criando novas receitas ou reaproveitando”, orienta a nutricionista. No caso dos tomates mais maduros, a dica é simples: transformá-los em molho. Já para os mais verdes, a opção é conservá-los na geladeira até que estejam maduros. “Comprar tomates mais verdes é uma ótima saída. Como por natureza o tomate é mais sensível e perecível, o ideal para que dure por mais alguns dias é comprá-lo um pouco verde. Dessa forma, poderá ser usado por mais tempo sem que pereça”, aconselha.

Na contramão dos alimentos fora da safra, surgem os da época, que são oferecidos a preços mais acessíveis. É o caso da alface, abóbora, berinjela e beterraba, por exemplo. Fora o baixo custo, a nutricionista explica outra vantagem. “Aproveitar a safra é muito importante em nossa alimentação, pois os alimentos brotam, crescem e amadurecem naturalmente, sem necessidade de fertilizantes, ou seja, são livres de agrotóxicos. Quando estão em suas épocas, eles concentram mais sabor, potencializam nutrientes, como vitaminas e minerais”.

A nutricionista lembra, também, da importância do consumo diário desses alimentos. “Consumi-los é bom para o correto funcionamento do organismo, mas essa prática ainda não é tão comum no Brasil. De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o ideal é haver um consumo diário de, pelo menos, 400 gramas de verduras, legumes e frutas. No Brasil, o consumo médio é de apenas 250 gramas”, alerta.


Feirinha Livre Mateus

Para aproveitar os alimentos da safra, o mês de maio é o período propício para encontrar vegetais como abacate, abóbora, mandioca, batata-doce, caqui, cenoura, côco, espinafre, inhame, laranja-lima, limão-taiti, maçã, mamão, maracujá, milho verde, pera, quiabo, rabanete, repolho, tangerina, poncã, etc. 

Uma boa oportunidade para aproveitar todos esses alimentos é a “Feirinha Livre Mateus”. Toda quarta-feira, as lojas do Grupo Mateus oferecem hortaliças, legumes, verduras e frutas com preços mais baixos que os usuais. Então, programe-se e boas compras!



NOTÍCIAS